sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Seguindo Pistas 3

No antigo Egito, a cerveja, segundo o escritor grego Ateneu de Náucratis (século III d.C.) teria sido inventada para ajudar a quem não tinha como pagar o vinho. Inscrições em hieróglifos e obras artísticas testemunham sobre o gosto deste povo pelo henket ou zythum, apreciada por todas as camadas sociais. Até um dos faraós, Ramsés III (1184-1153 a.C.) passou a ser conhecido como "faraó-cervejeiro" após doar aos sacerdotes do Templo de Amon 466.308 ânforas ou aproximadamente um milhão de litros de cerveja provenientes de suas cervejarias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário